Acelerando um futuro sem diferenças

Por que uma ACELERADORA indicaria o livro As coisas que você só vê quando desacelera?

O livro As coisas que você só vê quando desacelera foi escrito pelo mestre zen-budista sul coreano Haemin Sunim, uma coleção de frases e pensamentos leves para deixar a vida mais harmoniosa. Haemin Sunim é escritor e um dos professores de zen-budismo mais influentes da Coreia do Sul, seus livros venderam mais de 3 milhões de exemplares e são considerados obras populares não apenas para meditação, mas para superar os desafios da vida cotidiana.

Você fica com vontade de terminar o livro o mais rápido possível, porque cada página é um suspirar e conta com ilustrações lindas e delicadas (é um tipo de leitura envolvendo como um abraço quentinho em dias frios). Os temas são variados e breves e a dica é se deliciar em cada pequeno detalhe do livro e não deixar a pressa cobrir a verdadeira mensagem.

Por que nós indicamos esse livro para empreendedores? Vivemos em um mundo ansioso e acelerado. Nunca temos tempo nem estamos satisfeitos. Nessa imensidão de obrigações, o número de infelizes só aumenta, sendo preciso desacelerar com urgência.

Nós acreditamos no que o empreendedorismo é uma jornada de autoconhecimento e quando se desacelera, abre-se um espaço maior para a criatividade e o mais importante se entende quem você é e que legado você quer deixar para o mundo.

Os empreendedores podem se envolver em uma espiral de trabalho, networking e promoção sem fim – e é por isso que é importante saber quando desacelerar. A desaceleração ajuda a garantir que você não se apresse em projetos, desperdice recursos como tempo (nossa mercadoria mais valiosa) e dinheiro, e isso pode garantir que seu crescimento empresarial seja bem-sucedido, acima e além das expectativas.

Não só isso, mas quando você desacelera, você se torna mais relaxado – devemos desligar de tempos em tempos. Fazer isso é bom para nossa saúde, nossos relacionamentos, nossos negócios. Tudo.

Sunim afirma que com a ampliação do capitalismo, as pessoas se tornaram mais ocupadas, solitárias e estressadas. Todos almejam a paz interior, mas em tempos agitados e complexos, andamos desconectados como seres humanos.

Além disso, quando nós focamos em pessoas e nesse seres humanos nossos capazes de criar as melhores e mais inovadoras soluções, sabendo identificar as necessidades latentes de cada uma delas. A empatia é o hábito mental que nos leva a pensar nas pessoas como pessoas.

“Conhecemos o mundo apenas pela janela da mente. Quando a mente está agitada, o mundo também está. Quando a mente está em paz, o mundo também está. Conhecer a nossa mente é tão importante quanto tentar mudar o mundo.”

 

Clara é empreendedora, protagonista e lifelong learner. Com uma imaginação fértil, muitos sonhos e coragem para colocar as suas ideias em prática, acredita que com pequenos atos podemos mudar o mundo. Adora viajar e aprender com as diversas culturas. Já dividiu casa com pessoas de vários países diferentes, aprendendo a ir além de todas as fronteiras em prol da construção de um mundo unido. Seu propósito é trazer o equilíbrio para o mundo através da equidade de gênero e do empoderamento feminino.

Deixe uma resposta

Entre em Contato

logo
Rua Juvenal Mario da Silva, 1145, sala 201, Manaíra, João Pessoa-PB. 58038-511
WhatsApp: (83) 99697-0712

Receba nossa Newsletter

Registre-se para receber nossas novidades